06.set.2021 - diretor Fred Pacheco em coletiva do Betim Futebol - Imagem Betim Futebol
06.set.2021 – diretor Fred Pacheco em coletiva do Betim Futebol – Imagem Reprodução/Instagram

O Betim Futebol entrou, na última semana, com dois pedidos liminares de suspensão do quadrangular final do Módulo II. O primeiro deles, realizado no Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), foi indeferido na quinta-feira (3). Posteriormente, outro pedido, desta vez no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que também foi negado.

A equipe alega que a Federação Mineira de Futebol (FMF) aplicou decisões diferentes para casos similares. Na 6ª rodada, o Serranense foi punido com W.O. por não efetuar o pagamento das taxas de arbitragem e do quadro móvel 72 horas antes da partida contra o Tupynambás, que recebeu os 3 pontos.

Duas rodadas antes, no dia 21 de julho, o Betim enfrentou o Serranense, com o clube de Nova Serrana efetuando o pagamento das taxas três horas antes da partida. Como a FMF não aplicou a punição, o jogo prosseguiu e terminou empatado por 2 a 2.

Com o fim da fase classificatória, o Betim ficou em 5º lugar, com 17 pontos (52% de aproveitamento). Democrata-GV e Tupynambás somaram 19 pontos, classificados em 3º e 4º lugar, respectivamente. Caso a punição fosse aplicada ao Serranense, o Betim terminaria em terceiro, pelos critérios de desempate, e garantiria a participação na próxima fase, que teve início neste fim de semana.

Na tarde desta segunda-feira (6), o Betim convocou uma coletiva de imprensa para explicar os motivos pelo qual pleiteia a suspensão do quadrangular final do Campeonato Mineiro.

De acordo com o diretor Fred Pacheco, o clube solicitou ao Serranense o comprovante de pagamento das taxas da FMF, confirmando a transferência às 15h55 do dia da partida (21/07), que ocorreria às 19h. Ainda segundo Pacheco, a FMF disse, em seu parecer no TJD, que o Betim foi favorecido em situações de pagamento fora do prazo estipulado no regulamento.

“Se isso é um artigo do regulamento que deveria ser cumprido à risca, e a Federação entende assim, acabou o campeonato. Porque várias das equipes não pagaram [dentro do prazo]. Garanto para vocês que mais de 20, 30 oportunidades da competição, alguém atrasou esse prazo ai”, disse.

06.set.2021 - diretor Fred Pacheco em coletiva do Betim Futebol - Imagem Betim Futebol
06.set.2021 – diretor Fred Pacheco em coletiva do Betim Futebol – Imagem Reprodução/Instagram

Pacheco se disse surpreso ao saber do parecer da Diretoria de Competições da FMF, no qual, segundo ele, o clube estaria se aproveitando para se classificar no ‘tapetão’, termo utilizado no futebol quanto um time perde em campo, mas quer ganhar na Justiça.

“Nos dois pareceres, tanto do TJD quanto do STJD, a DCO [Diretoria de Competições] da FMF alegou que o Betim busca se classificar no ‘tapetão’. Em momento nenhum o Betim quis tapetão, quis brigar na Justiça Desportiva”.

‘Tapetão’’ foi classificar uma equipe sem jogar um jogo, em um momento importante do campeonato, por conta do pagamento de taxa de arbitragem um dia antes da partida, e permitir que o mesmo adversário pagasse a taxa no jogo contra a gente, horas antes da partida.

Fred Pacheco – diretor do Betim Futebol

Clube quer comprovação de pagamento de todas as partidas

Fred Pacheco disse que vai encaminhar à Federação Mineira de Futebol um pedido para que sejam disponibilizados todos os comprovantes de pagamentos das partidas do Módulo 2.

Se a resposta para a nossa solicitação é que em dois momentos nós atrasamos o pagamento, e realmente atrasamos, de quarta para quinta-feira, que sejam apresentados os boletos e comprovantes de pagamentos de todos os clubes, para que não gere dúvidas, nem perante aos torcedores do Betim e patrocinadores, e nem de outras agremiações sobre a isonomia e competência daqueles que gerem o campeonato.

Procurada, a Federação Mineira de Futebol disse que não comenta questões que estão sendo discutidas pela Justiça Desportiva. A entidade não informou se irá disponibilizar os comprovantes de pagamentos de todas as partidas do Módulo 2.

Quadrangular final

No último sábado (4), foi dado início ao quadrangular final, com Tupynambás e Nacional de Muriaé empatando sem gols. Nesta segunda-feira (6), Democrata-GV e Villa Nova se enfrentam às 20h30.

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Conteúdo patrocinado: