Logo Agenda Betim

Com o tema “Responsabilidade para agir e conservar”, a comemoração da 17ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo, em 18 de agosto foi marcada por ações de solidariedade. As 96 centrais de recebimento participantes promoveram a arrecadação e doação de alimentos, por meio de parcerias realizadas pelo inpEV e por associações de revendas com instituições locais.

Em São Joaquim de Bicas, na região metropolitana de Belo Horizonte, a central de recebimento gerenciada pelo inpEV arrecadou 57 cestas básicas, entregues para a Paróquia São Judas Tadeu. Em todo o Brasil, a mobilização do Sistema Campo Limpo (programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas) resultou na arrecadação de mais 223 toneladas de alimentos.

“Atingimos a meta de superar as 155 toneladas doadas em 2020, refletindo a dedicação dos elos da cadeia agrícola para ajudar quem precisa nesse momento. As ações de solidariedade foram nossa forma de comemorar os bons resultados de destinação, que chegaram a quase 50 mil toneladas de embalagens corretamente destinadas em 2020”, afirma João Cesar Rando, diretor-presidente do inpEV, entidade gestora do Sistema Campo Limpo. O programa, que é referência mundial na destinação adequada de embalagens vazias de defensivos agrícolas, já encaminhou mais de 620 mil toneladas deste material para reciclagem (93%) e incineração (7%).

O evento oficial no dia 18 de agosto teve a inauguração da central de recebimento de Araçatuba (SP). Durante a semana, o Dia Nacional do Campo Limpo incluiu programas transmitidos pelo Canal Terra Viva. As redes sociais do inpEV divulgaram ainda vídeos sobre o Sistema Campo Limpo e esquete teatral gravada para conscientização de crianças sobre a importância da correta destinação de resíduos.

Sistema Campo Limpo

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Conteúdo patrocinado: