Defesa Civil vistoria estrutura da Copasa - Foto PMB
Defesa Civil vistoria estrutura da Copasa – Foto: PMB/Divulgação

No fim da tarde desta sexta-feira (4), a Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) detalhou o cronograma de recuperação da adutora do Sistema Serra Azul que se rompeu em Betim, no último dia 1º, causando o desabastecimento de água em dezenas de bairros da cidade.

O diretor de empreendimentos da Copasa, Ricardo Simões, disse que a recuperação total da adutora pode levar até seis meses. Até lá, manobras na rede de distribuição devem garantir o abastecimento por meio do Sistema Rio Manso até que uma adutora de menor porte seja construída na região do rio Paraopeba, o que pode levar mais 20 dias.

Etapas para a recuperação da adutora da Copasa:

Etapa 1 (imediata)

Obras emergenciais na tarde de hoje devem normalizar o atendimento nas regiões de Marimbá e Vianópolis, em Betim.

Etapa 2 (15 a 20 dias)

Construção de uma adutora de menor porte paralela à adutora existente, o que irá possibilitar uma recuperação de abastecimento do sistema Serra Azul da ordem de 600 a 800 litros de água por segundo.

De acordo com a empresa, antes do rompimento da adutora, o sistema Serra Azul vinha trabalhando com uma produção de 2 mil litros por segundo.

Etapa 3 (até 6 meses)

Já na terceira etapa, com previsão de duração de até seis meses, serão realizadas as obras definitivas para recuperação da adutora. 

Durante esse período, a Copasa vai utilizar os outros sistemas que abastecem a Região Metropolitana de Belo Horizonte (Rio das Velhas, Rio Manso e Várzea das Flores) até o sistema Serra Azul voltar a operar com a capacidade total.

O que aconteceu

Na terça-feira (1º), uma adutora que passa sobre o rio Paraopeba, entre os municípios de Betim e Juatuba, na Grande BH, se rompeu. O incidente afetou a rede de distribuição da Copasa em 30 bairros da cidade, além dos municípios de Mateus Leme e Juatuba.

A companhia chegou a restabelecer os serviços em algumas áreas afetadas, no entanto, dez bairros continuam sem água. Até o momento, as causas do rompimento são desconhecidas. A região foi severamente afetada pelas chuvas no início do ano, o que pode ter comprometido a estrutura.

Localização no mapa de adutora da Copasa entre Betim e Juatuba (MG)
Adutora faz parte do sistema Serra Azul da Copasa e abastece parte da região metropolitana de Belo Horizonte – Arte: Agenda Betim

Situação de emergência

Na tarde desta sexta, o prefeito Vittorio Medioli (sem partido) decretou situação de emergência em Betim, caracterizada por “situação anormal”, em razão do possível risco de desabastecimento em hospitais, clínicas, escolas e demais serviços públicos e privados. Nove unidades da rede municipal de educação suspenderam as atividades hoje por falta d’água.

Adutora se rompe sobre o rio Paraopeba (março/2022)

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Cruzeiro Futebol Americano

Betim recebe partida de futebol americano neste domingo

Cruzeiro FA e Nova Serrana Forgeds se enfrentam pela Conferência Tiradentes do Gerais Bowl, no campo do Vianópolis
Criança atrás de uma grade

Betim promove seminário sobre prevenção e combate à violência sexual contra crianças e adolescentes

A programação inclui o debate de dois temas: atenção às crianças e adolescentes em situação de violência sexual e cadeia de custódia
Carros em rodovia de Betim (MG)

Feriado de Tiradentes: 500 mil veículos devem passar pela BR-381

Concessionária que administra o trecho de 562 quilômetros entre Contagem e Guarulhos (SP) inicia operação especial nesta quarta-feira (20)
Miss Betim Gay

Inscrições para o 6º Miss Betim Gay vão até dia 20 de junho

A coroação está prevista para acontecer no dia 30 de julho, ainda sem local definido
Conteúdo patrocinado: