Cecovid-4 Betim (Imagem Agenda Betim)
Foto de arquivo: Agenda Betim

No limite. Esta é a atual situação da ocupação nos leitos dos hospitais de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os números oficias divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em sua última atualização, na quarta-feira (3), indicava a ocupação em 66% dos leitos de CTI exclusivos para a Covid-19. Já para os leitos clínicos/enfermaria a ocupação era de 37%.

Mas esses números não retratam a real ocupação. A SMS utiliza como referência para o cálculo a capacidade instalada nos dois Centros de Cuidados Intensivos (Cecovids), e não os leitos que estão ativos e disponíveis para os pacientes.

O Hospital de Campanha (Cecovid-2) tem capacidade instalada de 115 leitos de clínicos/enfermaria e outros cinco de CTI, mas possui somente 45 leitos clínicos ativos. O Centro de Cuidados Intensivos (Cecovid-4), localizado no Centro Materno-infantil, tem capacidade instalada para 100 leitos de CTI, mas atualmente tem 70 leitos em operação.

LeitosCapacidadeAtivos
Clínicos/enfermaria11545
CTI10570
Relação de leitos ativos e capacidade de instalação nos Centros de Cuidados Intensivos para a Covid-19. Fonte Sec. Mun. de Saúde

Na quarta-feira, haviam 42 pessoas internadas em leitos clínicos/enfermaria, representando uma ocupação real de 93,3%. Destes pacientes, 41 deles eram residentes de Betim. Já para os leitos de CTI, a ocupação chegou a 98,6%. Os pacientes de Betim eram 47, sendo que 23 deles estavam diagnosticados com a Covid.

LeitosOcupação oficialOcupação real
Clínicos/enfermaria37%93,3%
CTI66%98,6%
Comparação da ocupação de leitos oficial e a real em Betim, no dia 03/03/2021. Fonte: Sec. Mun. de Saúde

De acordo com a Secretaria, os leitos das duas unidades do Cecovid “podem ser ampliados gradativamente conforme a demanda, e ainda há capacidade para ampliação de leitos nos dois hospitais caso seja preciso”. Questionada pela reportagem se o processo de abertura é imediato e, se neste momento, uma ampliação é considerada, foi dada a seguinte resposta: “a ampliação de leitos depende de credenciamento junto ao Ministério da Saúde, para que haja o repasse de recursos federais, por meio do Governo do Estado, e o custeio da operacionalização dos leitos seja garantido, uma vez que município não tem condições financeiras para arcar com a operacionalização sozinho”.

Leito de CTI do Cecovid-4, no Centro Materno-Infantil (Imagem PMB)
Leito de CTI do Cecovid-4, no Centro Materno-Infantil (Imagem de Arquivo/PMB/Divulgação)

Situação grave em leitos não covid

Ainda de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, pessoas podem não encontrar leitos da rede de saúde regular. Na terça-feira (2), todos os 20 leitos de CTI Adulto do Hospital Público Regional de Betim (HPRB) estavam ocupados. Já para os leitos de CTI Infantil, a ocupação chegava a 70% (7 leitos ocupados para 10 disponíveis).

Quanto aos leitos clínicos, são 70 adultos e 38 infantis para atendimento regular da rede de saúde em unidades hospitalares de Betim. Em 2 de março, a taxa de ocupação desses leitos foi de 84% e 57,89%, respectivamente.

Covid-19

Nos cinco primeiros dias de março foram confirmados 394 casos e 20 óbitos em decorrência da Covid-19. O município registra desde o início da pandemia 491 vidas perdidas e 18.403 diagnósticos.

Mais restrições

Na tentativa de diminuir a velocidade de propagação do coronavírus, a Prefeitura de Betim publicou um novo decreto nesta sexta-feira (5/03) reduzindo o período de funcionamento do comércio na cidade até o dia 31 de março. Lojas de roupas, móveis, eletroeletrônicos, salões de beleza, entre outras, deverão funcionar entre 10h e 16h, reduzindo em uma hora o horário permitido anteriormente.

Restaurantes, bares e lanchonetes também terão o horário reduzido em uma hora, podendo funcionar das 10h às 20h. Shoppings, galerias e feiras-shoppings funcionam das 11h às 20h.

  • Shopping centers, galerias e feira-shoppings podem funcionar das 11h às 20h.
  • Restaurantes, lanchonetes e bares funcionam das 10h às 20h.
  • Vestuário, salão de beleza, eletrodomésticos, móveis, livrarias e demais lojas de rua podem funcionar das 10h às 16h.

Os eventos com público superior a 24 participantes estão proibidos de ocorrer na cidade, sendo suspensa a emissão de alvarás para esta finalidade.


Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
vacina contra a covid-19

Vacina contra a Covid segue disponível nas unidades de saúde em Betim

Moradores que estão com doses em atraso podem atualizar o esquema vacinal das 9h às 17h
Conteúdo patrocinado: