Vittorio Medioli em coletiva de imprensa em seu gabinete sobre o projeto de construção de uma arena multiuso na cidade
15.jun.2022 – Vittorio Medioli em coletiva de imprensa em seu gabinete sobre o projeto de construção de uma arena multiuso na cidade – Foto: Edson Dutra/PMB/Divulgação

Em uma coletiva na manhã desta quarta-feira (15), o prefeito Vittorio Medioli (sem partido) detalhou um projeto para a construção de uma arena multiuso em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O estádio, com capacidade para receber 45 mil pessoas em dias de jogos de futebol e custo estimado de R$ 450 milhões, será oferecido gratuitamente ao Cruzeiro, que atualmente joga no Mineirão (BH).

No entanto, ainda pouco se sabe sobre essa arena. Segundo o chefe do Executivo, a ideia de um estádio na cidade vem sendo cogitada desde 2018, mas esse projeto em questão, ainda não foi finalizado (previsão que seja concluído em 15 dias). Medioli disse que a prefeitura possui um terreno de 100 mil metros quadrados que está destinado para a construção de um centro de convenções e de um estacionamento, além de uma área para uma arena multiuso. Ainda de acordo com o prefeito, um grupo investidor europeu já manifestou interesse em tocar o projeto, que será no formato de parceria público-privada (PPP). 

A arena será feita nos moldes do estádio do Athletico-PR, totalmente coberta. O clube da capital terá prioridade nas datas para mandar suas partidas. “Não terá nenhum investimento por parte do clube [Cruzeiro], que poderá explorar os direitos comerciais na arena, mais ou menos na proporção do Palmeiras em sua arena, com prioridade de uso”, explicou o prefeito.

Vittorio Medioli disse que não haverá dinheiro público na construção do estádio, embora tenha dito também que o terreno, no qual não teve seu valor divulgado, e o licenciamento seriam de responsabilidade da prefeitura. Para compensar a doação do terreno, o Município teria 20% de todos os direitos comerciais da nova arena (Medioli não informou até qual prazo). “O investidor acredita que sejam necessários 450 milhões, mas os recursos são totalmente privados”, disse. 

Na rápida entrevista coletiva, a maior parte das perguntas feitas pelos jornalistas foram relacionadas ao Cruzeiro. Quando questionado sobre o impacto ambiental e de mobilidade a partir da construção da arena, Medioli disse que o licenciamento ambiental será “simples”, já que há poucos empecilhos na região. “Não tem mata atlântica, não tem nascentes, não há absolutamente nada. É um pasto degradado”, ressaltou.

O esboço apresentado por Medioli, antes da coletiva ser interrompida para que o prefeito pudesse entrar ao vivo na TV aberta, mostra apenas a localização da arena, entre a alça viária, próximo ao bairro São João (1,4 km da BR-381), e uma via a ser construída, fazendo a ligação com a Via Expressa.

Localização do provável estádio do Cruzeiro em Betim
Localização do provável estádio do Cruzeiro em Betim

Perguntas sobre o estádio em Betim

Onde será o estádio?

A nova arena será construída em um terreno localizado entre a alça viária, próximo à rodovia Fernão Dias (BR-381) e uma nova via que ligará à Via Expressa.

Quanto vai custar o estádio?

Embora o projeto não tenha sido finalizado, o valor previsto para o empreendimento fica na casa dos R$ 450 milhões.

Quem vai pagar a construção do estádio?

Segundo Medioli, os recursos para a construção da arena em Betim serão privados, tendo a prefeitura a responsabilidade pelo licenciamento ambiental e na doação do terreno. Em contrapartida pela doação do terreno, 20% da renda será do Município.

O Cruzeiro vai fazer a gestão do estádio?

Segundo o prefeito Vittorio Medioli, a gestão do estádio ficará a cargo de uma empresa privada. “A proposta é de ter as mesmas propriedades e direitos que hoje tem o Palmeiras, em São Paulo. Uma participação de 80% na bilheteria e nenhum custo [para jogar]”, disse.

Qual o tempo de exploração do estádio pela iniciativa privada?

Não informado.

O projeto está pronto?

Não. Segundo o prefeito, a previsão é que o projeto do estádio em Betim seja concluído em até 15 dias.

O projeto precisa do Cruzeiro para sair do papel?

O empreendimento será viável financeiramente mesmo sem a participação de um grande clube de futebol, garantiu o prefeito. A arena será usada em shows e demais eventos. O projeto será apresentado ao ex-jogador Ronaldo, sócio majoritário do Cruzeiro, nos próximos dias.

Quanto tempo vão durar as obras?

Se for aprovado de fato, a construção da nova arena deve levar 2 anos.

*Erramos: O Agenda Betim errou no tópico “O projeto precisa do Cruzeiro para sair do papel”. Diferentemente do que informamos, o empreendimento será viável mesmo sem a participação do Cruzeiro, de acordo com o prefeito Vittorio Medioli.

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
O Centro Pop fica localizado no Centro de Betim

Betim amplia atendimento à população em situação de rua

Centro Pop vai funcionar aos sábados para oferecer café da manhã e almoço, além de serviços de higiene pessoal
Entrada principal Centro Administrativo da Prefeitura de Betim (Imagem Anselmo UBL/PMB/Divulgação)

Empresários de Betim têm até sexta-feira para regularizar alvarás

Prefeitura diz que cerca de 2,3 mil empresas precisam regularizar a situação
Notas fiscais

Prazo para regularização de alvarás de empresas em Betim termina no dia 29

Consulta de pendências pode ser realizada pelo icad Online. Cerca de 2,3 mil empresas precisam regularizar a situação, de acordo com a prefeitura
Última edição da parada do orgulho lgbtqia+ em Betim ocorreu em 2019 - Foto arquivo PMB

Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Betim tem programação divulgada

Evento deve reunir cerca de 10 mil pessoas no último domingo de julho
Conteúdo patrocinado: