Vista aérea do Polo Automotivo da Fiat em Betim (Imagem Fiat/Divulgação)
Vista aérea do Polo Automotivo da Fiat em Betim (Imagem Fiat/Divulgação)

Cerca de 1,8 mil funcionários da fábrica da Fiat em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, estão com os contratos de trabalho suspensos (lay-off).

A medida entrou em vigor ontem (4), e de acordo com a Stellantis, controladora da marca, acontece em razão da crise mundial relacionada a produção dos semicondutores, e deverá durar ao menos três meses.

A companhia vai reduzir a produção no período noturno. Na última semana, os trabalhadores aprovaram, em assembleia, a proposta do grupo pelo lay-off.

Um desequilíbrio na oferta dos semicondutores, utilizados em produtos eletrônicos, vem afetando a produção em fábricas do mundo inteiro.

A fábrica da Fiat em Betim teve sua produção prejudicada por pelo menos três vezes neste ano, desde março, todas em razão da falta de insumos.

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
tucano é resgatado em Betim

Tucano preso em linha de pipa mobiliza os Bombeiros em Betim

A ave apresentava um ferimento em uma das asas, sendo encaminhada a um veterinário após o resgate
Fachada da SETER Betim

Com início imediato, Seter faz seleção para 260 vagas de trabalho em Betim

Seleção presencial acontece na sede da superintendência somente nesta quarta-feira (18); As oportunidades são para áreas da construção pesada e terraplenagem
termômetro marca 10ºC

Betim pode ter mínima de até 5ºC nesta semana; veja a previsão do tempo

Os dias mais frios serão na quarta e quinta-feira (19), com mínimas de até 8ºC e 5ºC, respectivamente
Guarda Municipal de Betim inicia campanha contra o uso de cerol e linhas cortantes - Foto: Prefeitura de Betim

Inscrições para concurso da Guarda Municipal de Betim começam dia 23

Edital retificado reduziu pela metade o número de vagas oferecidas; Provas estão previstas para o dia 24 de julho
Conteúdo patrocinado: