A prefeitura confirmou, nessa terça-feira (2), o primeiro caso da varíola dos macacos em um morador de Betim. Segundo uma nota, a confirmação ocorreu após exames feitos pela Secretaria de Estado de Saúde.

“O caso positivo é de um adulto jovem, que está clinicamente estável e que está sendo acompanhado pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde”, disse a prefeitura por meio de nota.

Outros casos

De acordo com a Secretaria de Saúde, quatro casos suspeitos em moradores do município foram descartados. Outros quatro casos seguem em investigação, já que os exames para identificação da varíola levam até 7 dias.

Varíola dos macacos em Betim (até 2.ago.2022)

  • 4 casos suspeitos;
  • 4 casos descartados;
  • 1 confirmado;

Morte em Belo Horizonte

Na semana passada, o Ministério da Saúde informou que o país registrou um óbito relacionado à varíola dos macacos, em um paciente de Belo Horizonte. A pasta disse que a vítima era um homem, de 41 anos de idade, e que já tratava outras doenças, incluindo um câncer, o que ocasionou o agravamento do seu quadro de saúde.

O que é a varíola

A varíola dos macacos é transmitida pelo vírus monkeypox, que pertence ao gênero orthopoxvirus. É considerada uma zoonose viral (o vírus é transmitido aos seres humanos a partir de animais) com sintomas muito semelhantes aos observados em pacientes com varíola, embora seja clinicamente menos grave.

O período de incubação da varíola dos macacos é geralmente de seis a 13 dias, mas pode variar de cinco a 21 dias, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A transmissão ocorre por contato próximo com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama. E, segundo o órgão de saúde, a transmissão de humano para humano está ocorrendo entre pessoas com contato físico próximo com casos sintomáticos.

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Criança recebe a vacina contra a Covid em unidade de saúde de Betim (MG)

Betim amplia locais de vacinação em crianças de 3 e 4 anos

Imunização começou no último sábado, mas em apenas um local. Prefeitura incluiu dez Unidades Básicas de Saúde e o vacimóvel para continuar imunizando este público
Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios

BH tem primeira morte relacionada à varíola dos macacos

Homem já tratava outras doenças, incluindo um câncer, informou o Ministério da Saúde
Criança recebe vacina contra a Covid em Betim (MG)

Com baixa adesão, Betim amplia vacinação para todas as crianças de 3 anos

Antes disponível apenas para crianças com imunossupressão, imunizante está disponível em dez UBS da cidade
Fachada de Unidade Básica de Saúde em Betim (MG)

Betim centraliza aplicação da vacina BCG na UBS Cachoeira

Atendimento ocorrerá mediante agendamento realizado na UBS de referência das crianças
Conteúdo patrocinado: