Vacina covid-19 (Imagem Prefeitura de Betim Divulgação)
(Imagem PMB/Divulgação)

A Prefeitura de Betim informou nesta segunda-feira (1º), que 3.595 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no município. As 5.161 doses recebidas pela Secretaria Municipal de Saúde foram distribuídas para as duas unidades dos Cecovids Betim, SAMU, Hospital Regional, unidades da rede hospitalar privada, outras unidades de saúde da rede pública e Instituições de Longa Permanência para Idosos.

A vacinação começou no dia 19/01, em cerimônia simbólica, com nove profissionais de saúde da rede pública. Gradativamente, a prefeitura vacinou todos os funcionários dos Centros de Cuidados Intensivos (Cecovid) e do Samu. Posteriormente, 30% dos profissionais da linha de frente das unidades particulares e das UPAs também receberam os imunizantes.

Até quarta-feira (3/02), 205 idosos e 211 profissionais que atuam nas Instituições de Longa Permanência para Idosos devem receber a primeira dose da vacina. Para a imunização serão necessárias duas doses em um intervalo de 2 a 4 semanas entre elas.

A Prefeitura reforça que as vacinas contra a Covid-19 ainda não estarão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde e pede à população que aguarde, respeitando a ordem dos grupos prioritários, e que não busque as UBSs para tomar a vacina.

Nota do editor:
Publicada no início da tarde, a primeira versão desta matéria informava os dados referentes ao balanço fechado na sexta-feira (29/01), com 3.047 pessoas vacinadas. Duas horas mais tarde, a Prefeitura de Betim atualizou os números da vacinação na cidade e a matéria foi atualizada.

Vacina covid-19 (Imagem Prefeitura de Betim Divulgação)
(Imagem PMB/Divulgação)
Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Marcelo Queiroga

Governo anuncia fim da emergência sanitária por covid-19 no país

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez pronunciamento neste domingo
Vacina CoronaVac

Covid-19: Betim se aproxima de 900 mil doses de vacinas aplicadas

Mais de 77% dos moradores completaram o ciclo vacinal, de acordo com o ‘vacinômetro’ da Secretaria Municipal de Saúde
Marcelo Queiroga

Covid-19: ministro oficializa fim de emergência sanitária

O fim da emergência de saúde pública terá um prazo de transição de 30 dias, para adequação dos governos federal, estaduais e municipais, ou seja, a portaria passa a valer em 22 de maio
Marcelo Queiroga em entrevista coletiva no Ministério da Saúde

Ministro detalha motivos para decretar fim da emergência sanitária

O ministro garantiu que haverá um período de transição, e que mesmo com o fim da emergência sanitária “nenhuma política de saúde será interrompida”
Conteúdo patrocinado: