Prefeita de Contagem Marília Campos em transmissão pela internet (Imagem Reprodução/Redes Sociais)
Prefeita de Contagem Marília Campos em transmissão pela internet (Imagem Reprodução/Redes Sociais)

Em uma transmissão feitas pelas redes sociais na tarde desta segunda-feira (26), a prefeita Marília Campos (PT) descartou o retorno imediato das aulas presenciais em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Questionada por um morador sobre a volta às aulas, Marília descartou o retorno e rechaçou a comparação com políticas adotadas em outras cidades da Grande BH. “Não estamos seguindo nenhum município, temos a nossa política. Vale ressaltar que quando os nossos cidadãos e cidadãs estão doentes, eles vão ao hospital de Contagem. Por isso, temos que ter responsabilidade e uma política própria do município. Eu proponho a articulação regional na fiscalização e na adoção de medidas de restrições, pois, o vírus não respeita limite de município. Mas em relação ao cuidado com a vida, nós seguiremos com responsabilidade”, destacou Marília.

A secretária de Educação, Telma Ribeiro, acrescentou que as aulas serão retomadas em um momento de segurança sanitária. “Por enquanto, precisamos de estabilidade nos indicadores epidemiológicos. Não podemos correr o risco, pois as escolas são locais de aglomeração. Na Educação Infantil, por exemplo, não tem como controlar o uso de máscara, os abraços e as brincadeiras. Além disso, colocar escolas em funcionando para 65 mil alunos, professores, e funcionários, significa colocar quase 200 mil pessoas nas ruas. Não vou colocar em risco famílias, educadores e crianças. Vamos seguir a linha da responsabilidade e da segurança sanitária”, disse a secretária.

De acordo com a Prefeitura, o município está mantendo constante diálogo com todos os setores e, neste momento, principalmente com a Educação, tanto para acompanhar os resultados das aulas remotas, assim como a aquisição de chips e equipamentos para professores e alunos e a viabilização de vale merenda para 44 mil estudantes da rede municipal.

A gestão também está dialogando com o setor de escolas particulares para a elaboração de um protocolo. No entanto, o retorno imediato está descartado. “Voltar agora seria uma volta leviana. Faremos esse debate com responsabilidade e respeito às famílias. Estamos garantindo funcionamento como é possível, no momento, respeitando educadores, alunos e famílias. Quero as escolas cheias de estudantes, com muita alegria, mas é preciso fazer isso com segurança e no momento certo”, acrescentou Telma.

Prefeita de Contagem Marília Campos em transmissão pela internet (Imagem Reprodução/Redes Sociais)
Prefeita de Contagem Marília Campos em transmissão pela internet (Imagem Reprodução/Redes Sociais)
Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Conteúdo patrocinado: