Também estamos nas redes sociais

Hi, what are you looking for?

Grande BH

Dona de abrigo foi responsável por mortes de cães, diz Polícia Civil

A Polícia Civil concluiu, na última segunda-feira (13), o inquérito policial que investigou o crime de maus-tratos cometido contra 73 cães em um abrigo, resultando na morte de 69 desses animais.

Na época, a proprietária do abrigo procurou a polícia alegando que eles haviam sido vítimas de envenenamento. No entanto, durante as investigações, a Polícia Civil concluiu que a mulher, juntamente com o marido, foram os responsáveis pelos maus-tratos desses animais.

O Chefe do 2º Departamento de Polícia, Delegado-Geral Rodrigo Bustamante, ressalta que os suspeitos “Após terem provocado a morte de alguns cães por realizarem um transporte de forma inadequada, envenenaram o restante dos animais que ainda tinham chances de sobreviver, com o intuito de ocultar a causa da morte dos primeiros cães dentro do caminhão e preservarem sua imagem frente ao trabalho que vinham desenvolvendo no lar temporário”.

O casal foi indiciado pelos crimes de maus-tratos aos animais e fraude processual, por tentar dissimular a real causa da morte dos cães e por desviar o foco da investigação policial.

Entenda o caso

Em março, ao realizar uma mudança de endereço, a proprietária de um abrigo de Ribeirão das Neves, transportou 73 cães em um caminhão baú, sem ventilação.

Ao chegar no novo endereço, localizado em Contagem, 20 animais não resistiram. Então, a suspeita tentou molhar os animais sobreviventes na tentativa de reanimá-los, mas os cães continuavam morrendo.

De acordo com a Polícia Civil, ela afirmou aos familiares que os animais teriam sido vítimas de envenenamento e, por esse motivo, aplicou um pó de coloração escura na boca dos cachorros sobreviventes. A suspeita alega que tratava-se de carvão ativado, produto utilizado em casos de intoxicação.

No entanto, laudos da perícia técnica da PCMG apontam a ausência de carvão ativado no estômago dos cães e a presença da substância carbamato aldicarb, conhecida como chumbinho.

PCMG conclui inquérito sobre morte de cães em Ribeirão das Neves
(Imagem PCMG/Divulgação)
Comentários

Continue lendo

Grande BH

Foram registradas cinco mortes e 48 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com boletim da SES-MG

Grande BH

Dos 8.661 casos que foram confirmados desde o início da pandemia, 8.090 estão recuperados

Grande BH

Auxílio de R$ 50 substitui a merenda escolar para alunos de baixa renda da rede pública

Grande BH

Desde o início da pandemia, a cidade contabiliza 8,3 mil casos do coronavírus

Publicidade