Prédio do Ipremb e centro de Betim ao fundo (Imagem PMB Divulgação)
(Imagem PMB/Divulgação)

Betim voltou a registrar queda na geração de empregos formais após dez meses de saldo positivo. Os dados de abril do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgados pelo Ministério da Economia na última quarta-feira (26). Foram 3.885 contratações e 3.968 desligamentos, resultando em – 83 postos de trabalho na cidade.

Entre os setores da economia, destaque negativo para a construção, com – 422 postos, e o comércio, com – 149. Já serviços (+ 266) e a indústria (+225), fecharam o mês de abril com mais contratações do que demissões.

A última vez que o município apresentou saldo negativo no Caged foi em maio do ano passado, com 1.648 postos encerrados, quando o país enfrentava a primeira onda da Covid-19. Antes, nos meses de março e abril, as demissões também haviam superado as admissões.

No acumulado de 2021, no entanto, o saldo permanece positivo, com 4.791 vagas criadas no período de janeiro a abril. Foram 18.818 contratações e 14.027 demissões.

Admissões18.818
Desligamentos14.027
Saldo4.791
Geração de empregos formais em Betim entre janeiro e abril de 2021. Fonte: Novo Caged/Ministério da Economia
Prédio do Ipremb e centro de Betim ao fundo (Imagem PMB Divulgação)
(Imagem Arquivo/PMB/Divulgação)

Minas Gerais

O saldo no mês de abril em Minas Gerais ficou em 13.942 postos de trabalho. Foram 149.767 admissões e 135.825 demissões. No ano, são 121.497 empregos gerados.

O setor de serviços liderou com 5.735 vagas, seguido pela indústria, com 2.801 contratações e construção, com 2.340 vagas abertas em março.

Brasil

Ainda segundo os dados do Caged, no mês de abril foram criados 120.935 postos de trabalho em todo o Brasil, sendo 1.381.767 admissões e 1.260.832 demissões. No acumulado de 2021, são 957.889 postos criados, sendo resultado de 6.406.478 contratações e 5.448.589 desligamentos.

Setores em destaque

Na divisão por ramos de atividade, o setor de serviços foi responsável pela abertura de 57.610 postos, seguido pela construção, com 22.224 novos postos, e indústria, com 19.884 vagas.

“[O resultado] parece pouco frente ao que gerávamos antes, mas temos que considerar que [abril] foi o mês em que se sentiu mais o impacto da segunda onda da covid-19. Na primeira onda, ano passado, perdemos mais de 900 mil empregos. Agora, criamos 120 mil empregos. O Brasil está mostrando resiliência. Os programas estão funcionando. E, principalmente, a vacinação em massa está entrando. E é com isso que temos que contar para um retorno seguro ao trabalho”, destacou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

O que é Caged
Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) foi criado como registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). É utilizado pelo Programa de Seguro-Desemprego, para conferir os dados referentes aos vínculos trabalhistas, além de outros programas sociais.

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Parque Industrial de Betim

Log lança novo parque industrial em Betim

Empreendimento localizado entre as rodovias BR-381 e BR-262 possui 6 milhões de metros quadrados e 160 lotes industriais; Vilma Alimentos, Belgo Bekaert e o Grupo Buzatto’s já atuam no local
Conteúdo patrocinado: