Prédio do Ipremb e centro de Betim ao fundo (Imagem PMB Divulgação)
(Imagem PMB/Divulgação)
Prédio do Ipremb e centro de Betim ao fundo (Imagem PMB Divulgação)
(Imagem PMB/Divulgação)

Em ranking avaliando as 100 cidades mais populosas do país nos quesitos ambiente regulatório, infraestrutura, mercado, capital humano e cultura empreendedora, Betim ficou em 48º lugar. A edição de 2020 do Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) foi feita pela Endeavor em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e divulgado nesta quinta-feira (28/01).

O levantamento é o principal raio-x do ambiente de negócios brasileiro e serve como norteador para o avanço do setor, revelando para gestores públicos quais aspectos precisam ser valorizados ou melhorados nas cidades.

Entre as cidades mineiras, a capital Belo Horizonte aparece em 14º lugar geral, seguida por Uberlândia (30º), Betim (48º), Uberaba (49º), Contagem (50ª), Montes Claros (67ª), Juiz de Fora (78º) e Ribeirão das Neves (91º).

As 20 cidades mais empreendedoras do Brasil em 2020, de acordo com o Ranking do ICE:

1ª São Paulo (SP)
2ª Florianópolis (SC)
3ª Osasco (SP)
4ª Vitória (ES)
5ª Brasília (DF)
6ª São José dos Campos (SP)
7ª São Bernardo do Campo (SP)
8ª Jundiaí (SP)
9ª Porto Alegre (RS)
10ª Rio de Janeiro (RJ)
11ª Curitiba (PR)
12ª Campinas (SP)
13ª Limeira (SP)
14ª Belo Horizonte (MG)
15ª Niterói (RJ)
16ª Joinville (SC)
17ª Blumenau (SC)
18ª Mauá (SP)
19ª Boa Vista (RR)
20ª Canoas (RS)

Posição das cidades mineiras no ranking geral:

14º Belo Horizonte
30ª Uberlândia
48ª Betim
49ª Uberaba
50ª Contagem
67ª Montes Claros
78ª Juiz de Fora
91ª Ribeirão das Neves

Ambiente regulatório

O ambiente regulatório tem como referência o tempo de viabilidade de localização, de registro, cadastro, taxa de congestionamento em tribunais, a tributação e demais complexidades burocráticas.

Veja as cidades mineiras no critério de ambiente regulatório:

24ª Uberlândia
37ª Contagem
44ª Belo Horizonte
60ª Montes Claros
73ª Ribeirão das Neves
76ª Betim
87ª Uberaba
100ª Juiz de Fora

Infraestrutura

No critério de infraestrutura, são avaliados os critérios de transportes interurbano, como conectividade via rodovias, número de decolagens no ano e distância ao porto mais próximo. Além disso, as condições urbanas também são consideradas no levantamento, como acesso à internet, preço médio do m², custo de energia elétrica e taxa de homicídios.

Veja a posição de cada cidade mineira em infraestrutura:

34ª Belo Horizonte
51ª Uberaba
52ª Uberlândia
76ª Montes Claros
78ª Juiz de Fora
89ª Ribeirão das Neves
93ª Betim
95ª Contagem

Mercado

De acordo com o levantamento feito pela Endeavor e Enap, no critério ‘Mercado’, são avaliados as condições de desenvolvimento econômico, como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), crescimento médio do Produto Interno Bruto (PIB), e número de empresas exportadoras com sede no município. Outra avaliação é feita a partir de clientes potenciais, como o PIB per capta, proporção entre grandes/média e médias/pequenas empresas, e compras públicas.

19ª Betim
30ª Contagem
48ª Uberlândia
57ª Uberaba
64ª Belo Horizonte
86ª Montes Claros
90ª Juiz de Fora
95ª Ribeirão das Neves

Acesso a capital

Neste levantamento, é considerado o capital disponível no município, como as operações de crédito, proporção de capital de risco e o capital poupado per capita.

5ª Belo Horizonte
32ª Uberlândia
34ª Juiz de Fora
48ª Uberaba
64ª Montes Claros
67ª Betim
69ª Contagem
100ª Ribeirão das Neves

Inovação

No critério de inovação são avaliadas a proporção de mestres e doutores nas áreas de Ciência e Tecnologia (C&T), proporção de funcionários em C&T, média de investimentos do BNDS e da Finep, infraestrutura tecnológica, contratos de concessão, patentes, tamanho da economia criativa, tamanho da indústria inovadora e empresas de tecnologia da informação e comunicação.

15ª Belo Horizonte
34ª Uberlândia
39ª Uberaba
41ª Betim
60ª Contagem
63ª Juiz de Fora
80ª Montes Claros
97ª Ribeirão das Neves

Capital Humano

Neste quesito, são avaliadas as condições de acesso e qualidade da mão de obra básico (nota do Ideb, nota média no Enem, proporção de adultos com pelo menos o ensino médio completo, taxa líquida de matrícula no ensino médio, proporção de matriculados no ensino técnico profissionalizante), e acesso e qualidade da mão de obra qualificada (proporção de adultos com pelo menos o ensino superior completo, custo médio de salários de dirigentes e a proporção de alunos concluintes em cursos de alta qualidade).

4ª Juiz de Fora
9ª Belo Horizonte
17ª Uberlândia
39ª Montes Claros
46ª Uberaba
70ª Contagem
80ª Betim
97ª Ribeirão das Neves

Cultura Empreendedora

Em relação a cultura, é levada em consideração a imagem do empreendedorismo na cidade, incluindo a satisfação em empreender, apoio familiar, probabilidade de abertura de negócios dados oportunidade e recursos, facilidade pessoal para abertura e manutenção de negócios, conhecimentos sobre processos de abertura de negócios, conhecimento de riscos na abertura de novos negócios, grau de esforço para se tornar empreendedor e pesquisa sobre empreendedorismo.

80ª Contagem
85ª Uberlândia
89ª Juiz de Fora
90ª Belo Horizonte
91ª Betim
92ª Montes Claros
93ª Ribeirão das Neves
94ª Uberaba

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Parque Industrial de Betim

Log lança novo parque industrial em Betim

Empreendimento localizado entre as rodovias BR-381 e BR-262 possui 6 milhões de metros quadrados e 160 lotes industriais; Vilma Alimentos, Belgo Bekaert e o Grupo Buzatto’s já atuam no local
Conteúdo patrocinado: