Entrada principal Centro Administrativo da Prefeitura de Betim (Imagem Anselmo UBL/PMB/Divulgação)
Entrada principal Centro Administrativo da Prefeitura de Betim (Imagem Anselmo UBL/PMB/Divulgação)
Entrada principal Centro Administrativo da Prefeitura de Betim (Imagem Anselmo UBL/PMB/Divulgação)
Entrada principal Centro Administrativo da Prefeitura de Betim (Imagem Anselmo UBL/PMB/Divulgação)

Foi publicada no Órgão Oficial do Município na edição de terça-feira (26), duas leis que tratam do desligamento voluntário e do plano de aposentadoria para os servidores de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os projetos do Programa de Desligamento Voluntário (PDV) e o Plano de Incentivo à Aposentadoria (PIA), ambos de autoria do executivo, foram aprovados na Câmara e sancionados pelo prefeito Vittorio Medioli.

PDV

O Programa de Desligamento Voluntário destina-se ao servidor público estável ou não estável, ocupante de cargo de provimento efetivo do Poder Executivo Municipal da Administração Direta e Indireta. Segundo a legislação, o servidor que aderir ao programa, fará jus à seguinte compensação indenizatória:

I – indenização por ano de serviço prestado ao município de Betim;
II – pagamento de férias vencidas e não gozadas;
III – pagamento de férias-prêmio não gozadas;
IV – pagamento de gratificação natalina proporcional ao período
aquisitivo até a data do desligamento.

PIA

Já o Programa de Incentivo à Aposentadoria busca agilizar o processo do servidor que já possui tempo de serviço para se aposentar e as seguintes regras:

I – atenda aos requisitos necessários à aposentadoria voluntária por
tempo de contribuição, integral ou proporcional;
II – não acumule um ou mais períodos de férias regulamentares vencidos, na data da abertura do processo administrativo junto à Seção
de Protocolo e Arquivo da Secretaria Adjunta de Administração,
para requerimento do benefício de que trata esta Lei;
III – não esteja afastado das atividades profissionais por atestados
ou licenças;
IV – não tenha sido condenado em processo administrativo disciplinar ou ação judicial, em razão do exercício do cargo, que tenha
gerado obrigação de restituir valores ao erário.

O servidor receberá verba indenizatória equivalente a três vezes a remuneração
do cargo efetivo e pagamento em pecúnia das férias-prêmio adquiridas até a data
da publicação da Lei. O recebimento será feito em três parcelas mensais, sendo a primeira realizada com o pagamento das verbas rescisórias do servidor e as demais nos meses
subsequentes.

Os interessados em aderir a qualquer um dos dois programas devem apresentar o requerimento na Seção de Protocolo e Arquivo da Administração Pública.

Acesse a íntegra da Lei 6.818/2021 e 6.819/2021 no Órgão Oficial (site, 2082 – 2601/2021), (PDF).

 

Comunicar erro • Princípios editoriais 

Mais do Agenda Betim
Vista parcial do bairro Jardim da Cidade, em Betim (MG)

Cota única do IPTU em Betim vence na próxima terça

Desconto para pagamento à vista, em cota única, é de 8%. Proprietários de imóveis também podem parcelar o imposto em duas e oito vezes, com vencimentos a partir do dia 8 de março.
Agentes de combate a endemias em Betim (MG)

Inscrições de processo seletivo para agentes de saúde em Betim começam dia 10

Município pretende contratar 109 agentes comunitários de saúde, 110 agentes de combate às endemias e dez supervisores de campo. Os vencimentos são de R$ 2.824 e R$ 3.051,84.
Vista aérea do bairro Dom Bosco, da regional Alterosas, em Betim, a partir da avenida Juiz Marco Túlio Isaac

Saiba quais são os bairros de Betim por regional administrativa

Sexto município mais populoso de Minas Gerais, com 411.846 habitantes, Betim é dividida em dez regionais administrativas, com o total de 209 bairros.
Fachadas dos shoppings Partage e Monte Carmo, em Betim

Saiba como funcionam os shoppings de Betim durante o Carnaval

Veja os horários de funcionamento das lojas, das operações de alimentação e dos serviços de lazer no Partage e no Monte Carmo.