Governador Romeu Zema (Novo), fez uma vistoria nesta quinta-feira (26), ao Hospital Mater Dei e Hospital Regional, ambos em Betim, para conhecer a estrutura que esta sendo planejada para receber doentes da Covid-19.

Também participaram das visitas o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral; o prefeito de Betim, Vittorio Medioli; o presidente do Mater Dei, Henrique Salvador; a diretora-geral do Hospital Regional de Betim, Patrícia Evangelista; o presidente da MRV, Rafael Menin; entre outras autoridades.

O objetivo da ação, que poderá se estender a outras cidades mineiras, é fazer parcerias com instituições de saúde da rede privada e hospitais municipais para ampliar o número de leitos disponíveis no estado.

VEJA MAIS: Betim confirma 3º casos de Covid-19

VEJA MAIS: Coronavírus: o que é, sintomas e como se proteger

Durante as visitas, Zema ressaltou que é preciso aproveitar todas as estruturas disponíveis para combater a Covid-19 com o menor impacto possível no Estado.

“Provavelmente vamos precisar de muitos leitos para atender as pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Por isso, estamos tomando todas as medidas, na Região Metropolitana e no interior, para ampliarmos a estrutura disponível. Muitos hospitais têm alas vagas e leitos ociosos, que podem ser utilizados neste momento. Tudo isso está sendo levantado, para que, caso venha a ser necessário, o estado disponha de leitos suficientes para atender as pessoas que necessitarem”, afirmou.

O Mater Dei Betim disponibilizou quatro andares que estavam inoperantes para tratar doentes afetados pelo novo coronavírus. O espaço já possui estrutura de ressonância, tomografia e exames respiratórios. Já o Hospital Público Regional de Betim Professor Osvaldo Franco cedeu o Centro Materno-Infantil, que acabou de ser finalizado em um prédio anexo. A área construída contará com uma estrutura de 120 leitos.
 

Os profissionais que atuarão nas estruturas disponibilizadas pelos hospitais serão cedidos pela Secretaria de Estado de Saúde e empresários vão custear os equipamentos durante a crise.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, também acompanhou as vistorias e colocou o setor à disposição para ajudar a ampliar a capacidade de atendimentos da Região Metropolitana.

“Aproveitando a infraestrutura já disponível, essas parcerias podem gerar até 200 novos leitos na Grande BH, sendo 180 de UTI e 60 de enfermaria para pacientes”, destacou.

Com informações da Agência Minas

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Torcedores em Betim acompanham jogo do Brasil contra a Coreia do Sul pela Copa do Mundo

Vila Brasil, em Betim, transmite Brasil x Croácia pela Copa do Mundo

Espaço no Horto já reuniu mais de 15 mil torcedores nos quatro jogos da seleção brasileira no torneio
Técnicos da Defesa Civil monitoram situação das chuvas em Betim

Defesa Civil alerta para possibilidade de pancadas de chuva com granizo em Betim

Inmet também estima alto volume de chuva nas próximas horas
Nesta semana, a Defesa Civil de Betim entregou agasalhos e cobertores para pessoas em situação de rua

Saiba onde doar itens para a Campanha do Agasalho em Betim

Diversos pontos foram montados na cidade para receber itens como casacos, meias, toucas, cobertores, dentre outras peças de vestuário típicas de inverno, de ambos os sexos.
Fachada da SETER Betim

Inscrições para 251 vagas de emprego em Betim terminam nesta segunda

São oportunidades em 30 cargos, dentre eles estão açougueiro, assistente de departamento pessoal, atendente, auxiliar administrativo, cozinheiro, copeiro, eletricista predial, recepcionista e operador de produção.