Menos é Mais assina contrato com escritório que empresaria Dilsinho
Menos é Mais assina contrato com escritório que empresaria Dilsinho e Mumuzinho (Imagem Roberto Filho/Divulgação)

O grupo brasiliense Menos é Mais assinou na última quarta-feira (27) contrato de gerenciamento de carreira com o escritório GH Music, responsável pelas carreiras de artistas como Dilsinho e Mumuzinho, outros dois grandes nomes do pagode na atualidade. E, também, passam a integrar o casting estrelado de artistas da gravadora Som Livre.

Formado por Gustavo Goes, Jorge Farias, Duzão, Paulinho Félix e Ramon Alvarenga, o ‘Menos é Mais‘ está conquistando cada vez mais espaço no cenário musical nacional e em pouco tempo de carreira somam mais de três milhões de ouvintes mensais nas plataformas digitais e ultrapassaram a marca de 262 milhões de visualizações no YouTube.

Segundo Gustavo Goes “Estamos muito felizes com esse momento e com tudo o que estamos começando a colher, batalhamos muito por isso. Inclusive, uma de nossas músicas inéditas que mais nos emociona chama-se ‘A Voz do Povo’ e ela fala desse sonho de ser bem-sucedido na música “Olha essa aqui foi escrita pra você, todo esse rabisco um dia vamos ver, num domingo em frente à TV. Na voz do povo todos vão cantando“.

Jorge Farias completa as palavras do parceiro: “Estar ao lado de uma empresa que vai sonhar junto com a gente é importantíssimo pra nossa caminhada. Conquistamos muitos sonhos como grupo independente e, hoje, esperamos encarar novos desafios em equipe. Muita gratidão!”.

Dilsinho, que estava presente na assinatura do contrato, fez questão de elogiar e falar sobre a chegada do grupo ao escritório “É uma alegria muito grande ter o Menos é Mais fazendo parte do casting da GH Music, um escritório que fez a diferença na minha carreira e espero que faça na deles também. Os caras são incríveis, tem uma energia muito boa, espero logo poder gravar algo com eles”.

‘Menos é Mais’ assina contrato com escritório que empresaria Dilsinho e Mumuzinho
(Imagem Roberto Filho/Divulgação)

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Conteúdo patrocinado: