canudos plásticos
Foto: arquivo/Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Um projeto de lei (PL) em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, quer proibir o uso e a comercialização de canudos plásticos descartáveis nos estabelecimentos comerciais do município. Nesta terça-feira (17.mai.2022), a proposição passou pela 1ª discussão na Câmara, sendo aprovada por unanimidade entre os parlamentares presentes.

O PL 307/2021, de autoria do vereador Adelio Carlos (PSC), define como canudos plásticos “aqueles que em sua composição utilizem polipropileno e poliestireno ou qualquer outro material derivado do petróleo ou outro material não biodegradável”.

Em sua justificativa, o parlamentar diz que o uso de canudos “gera danos consideráveis ao meio ambiente, uma vez que a quantidade descartada é realizada em consideráveis volumes”.

Somente canudos feitos de papel e demais materiais biodegradáveis poderão ser fornecidos pelos estabelecimentos. O texto do projeto define, ainda, o prazo de 90 dias após a publicação da Lei para bares, restaurantes, lanchonetes, padarias, e demais atividades comerciais se adequarem. A multa em caso de descumprimento foi definida em R$ 1mil.

O PL ainda deve ser discutido em 2º turno, sem data para ocorrer, antes de ser enviado ao prefeito Vittorio Medioli (sem partido), que pode sancionar ou vetar.

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
Volta às aulas em escola de Betim

Medioli veta merenda para alunos de baixa renda durante férias escolares em Betim

Projeto de Lei obrigava o Município a oferecer um cardápio similar ao ofertado durante o ano letivo na rede municipal aos estudantes de baixa renda; Prefeito justificou que proposição gera gastos não previstos na Lei Orgânica
Vereadores de Betim em reunião ordinária na Câmara

Projeto que proíbe canudos de plástico em Betim é aprovado na Câmara

Texto segue para sanção ou veto do prefeito Vittorio Medioli. Se sancionado, bares, restaurantes, lanchonetes, padarias e demais atividades comerciais terão 90 dias para se adequarem à Lei
Conteúdo patrocinado: