A Câmara dos Deputados concluiu nesta terça-feira (19) a votação da medida provisória que cria o Programa Internet Brasil. A iniciativa prevê o acesso gratuito à internet em banda larga móvel aos estudantes da educação básica da rede pública de ensino de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). A matéria seguirá para o Senado.

Segundo o relator do substitutivo, deputado Sidney Leite (PSD-AM), a ideia é alcançar os estudantes do CadÚnico matriculados também nas escolas das comunidades indígenas e quilombolas e nas escolas especiais sem fins lucrativos, que atuam exclusivamente nessa modalidade.

O acesso gratuito à internet poderá ser concedido a mais de um estudante por família. Serão distribuídos chips, pacote de dados ou dispositivo de acesso aos estudantes, principalmente celulares.

Outorga

O substitutivo de Sidney Leite também incluiu no texto um “jabuti”, ou seja, um assunto estranho ao texto original da MP. O trecho diz respeito à renovação de outorgas de radiodifusão. 

Pelo texto, o Ministério das Comunicações deverá reconhecer pedidos apresentados fora do prazo para a renovação da concessão ou permissão de serviços de radiodifusão, desde que encaminhados ou protocolizados até a publicação da lei de conversão da MP.

Fust

Na sessão desta terça, parlamentares aprovaram a extensão, de 31 de dezembro de 2021 a 31 de dezembro de 2023, do prazo para os estados usarem recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) repassados pela União a fim de garantir o acesso à internet a alunos e professores da escola pública.

Pela legislação atual, deve ser repassado R$ 3,5 bilhões da União para estados, Distrito Federal e municípios investirem na ampliação do acesso à internet. As fontes de recursos para o programa são o Fust e o saldo correspondente a metas não cumpridas dos planos gerais de universalização do serviço telefônico fixo.

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
canudos plásticos

Câmara de Betim aprova projeto que proíbe canudos plásticos descartáveis

Protocolado no ano passado, o PL entrou na pauta dos vereadores nesta terça-feira (17), sendo aprovado por unanimidade em 1º turno; Matéria ainda passará por nova discussão antes de ser enviada para sanção ou veto do prefeito
Vereadores em CPI da Lama

Câmara de Betim faz nova oitiva na CPI da Lama

Na audiência, que está marcada para às 14h, serão ouvidos o secretário municipal de Meio Ambiente, Ednard Barbosa, e a presidente da Ecos, Marinésia Makatsuru
Sede Administrativa do Governo de Minas (Imagem Agência Minas)

Assembleia de MG promulga reajuste de servidores

Parlamentares derrubaram veto do governador Romeu Zema em relação aos adicionais para os trabalhadores da Saúde, Educação e Segurança Pública; Governo deverá recorrer à Justiça
Refeição

Vereadores aprovam projeto para oferecer merenda durante as férias escolares em Betim

Proposta visa atender estudantes em situação de vulnerabilidade social
Conteúdo patrocinado: