Também estamos nas redes sociais

Faça sua busca no Agenda Betim

Saúde

Novembro Azul: urologista fala sobre a importância dos cuidados com os homens com deficiência intelectual

Médico urologista Dr. Luiz Antônio alerta que todos os homens acima de 45 anos devem se submeter ao exame preventivo da próstata uma vez ao ano

Laço azul
(Imagem Pixabay/Pexels)

Novembro Azul foi criado para ajudar na conscientização das pessoas a respeito da necessidade da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata. A campanha é realizada anualmente e reforça que a enfermidade é um dos tumores mais comuns no mundo. Mas uma grande preocupação dos especialistas está nas pessoas com deficiência física e intelectual, por isso, o Dr. Luiz Antônio, médico urologista parceiro do CENSA Betim, instituição com 56 anos de história nos cuidados a pessoas com deficiência intelectual e autismo, explica detalhadamente sobre como é feito o atendimento a essas pessoas com estas condições.

De acordo com o médico, os protocolos de prevenção e diagnóstico do câncer de próstata em pessoas com deficiência seguem as diretrizes previstas para o público masculino. “Primeiramente, paciência associada ao respeito, procurando entender o paciente da melhor maneira possível. No CENSA, o trabalho que fazemos é em consonância com a Sociedade Brasileira de Urologia, com exames em homens acima de 40 anos que tem histórico familiar de câncer de próstata e da raça negra. E, no geral, pessoas do sexo masculino com mais de 45 anos de idade”, explica.

Segundo o especialista, os sintomas observados em pessoas com deficiência intelectual, que podem trazer um alerta para responsáveis e cuidadores, estão em questões simples do dia a dia. Por isso, ele lembra dos exames que devem ser feitos sempre. “Geralmente os sintomas observados estão na dificuldade para urinar, retenção urinária, hematúria e frequente infecção urinária. Quanto aos exames, é indicado e necessário fazer o PSAL/PSAT (PSA Livre e PSA Total) e EAS (Exame de urina). É essencial também, se for possível, fazer o ultrassom da pelve com resíduo urinário ou se necessário, biópsia em caso suspeito de câncer de próstata”, indica.

Exame de toque

Questionado sobre o exame de toque, algo ainda visto com certo preconceito por muitos homens, o urologista  que atende os educandos do CENSA Betim lembra que no caso das pessoas com deficiência, a situação não é diferente, e todos os exames são realizados normalmente para a prevenção do tumor. Ele ainda reforça que todos os homens devem se prevenir.  “No caso das pessoas com deficiência, não temos problemas [para a realização dos exames], até porque eles comportam bem. O que faço questão de reforçar é que todos os homens, acima de 45 anos devem se submeter ao exame preventivo da próstata uma vez ao ano. Fazendo isso, fica mais fácil detectar e resolver quaisquer problemas precocemente”, conclui.

Comentários

Continue lendo

Grande BH

Candidata do Partido dos Trabalhadores venceu Felipe Saliba, do Democratas, em disputa no 2º turno, neste domingo (29)

Betim

No início do mês a prefeitura alertou para outro golpe, que oferecia um auxílio natalino. Mensagem falsa é acompanhada de um link para cadastro

Betim

Caso foi registrado no último sábado, no bairro Citrolândia

Betim Futebol

Time da Cidade não consegue marcar, empata sem gols e termina em 3º lugar no Módulo II. Pouso Alegre e Atlhetic jogarão a primeira...

Betim

254 pessoas morreram em decorrência da doença na cidade, e casos já passam de 8,5 mil

Betim

Avenida com 900 metros de extensão foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (3/12)

Betim

Governo de Minas divide regiões do estado em Macro e Microrregiões. Ontem (3/12), a macrorregião Centro, que inclui a Grande BH, regrediu para a...

Betim

Última etapa será distribuída de modo simultâneo, em todas as unidades das dez regionais de Betim

Betim

Coral dos Meninos e Meninas Cantores de Betim apresenta repertório no dia 4 de dezembro, às 20h

Publicidade