Também estamos nas redes

Faça sua busca

Economia

Receita adia pagamento do Simples Nacional em três meses

Parcelas voltarão a ser pagas em julho em seis prestações

Os micro e pequenos empresários e os microempreendedores individuais (MEI) deixarão de pagar as parcelas do Simples Nacional pelos próximos três meses, de abril a junho, anunciou há pouco o secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto. A medida foi decidida ontem (24) em reunião extraordinária do Comitê Gestor do Simples Nacional.

De julho a dezembro, os tributos que deixaram de ser recolhidos serão pagos em seis prestações. A medida, informou Tostes Neto, ajudará 5,5 milhões de micro e pequenas empresas e 11,8 milhões de MEI e envolverá a postergação do pagamento de R$ 27,8 bilhões em tributos federais, estaduais e municipais.

A medida será publicada no Diário Oficial da União de hoje (25). Segundo Tostes Neto, o adiamento beneficiará segmentos da economia que mais geram empregos em meio ao agravamento da pandemia de covid-19.

“Com esse diferimento, estamos adotando uma medida de alívio para dar fôlego a esse universo de contribuintes ter melhores condições de ultrapassar esse período mais crítico em que os impactos econômicos e da pandemia se fazem sentir principalmente nos negócios que estão fechados e sem a possibilidade de geração de receitas”, declarou.

Imposto de Renda

O secretário da Receita ressaltou que, por enquanto, o Fisco não pensa em adiar o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, como ocorreu no ano passado. Segundo Tostes, o volume de entregas está superior ao registrado no mesmo período de 2020 e acima da expectativa, o que dá tempo para a Receita avaliar se há a necessidade de mudar a data.

“No caso das declarações de Imposto de Renda Pessoa Física, fazemos o monitoramento diário. Os números de hoje indicam a entrega, até o momento, de 7,826 milhões de declarações. No mesmo período do ano passado, tínhamos recebido 5,7 milhões. Os números estão até acima da expectativa. O prazo regular vai até 30 de abril. Então, temos tempo de avaliar se há a necessidade ou não de prorrogação”, disse Tostes Neto.

Nota de R$ 50 e R$ 100
(Imagem Pixabay)

Apoiar o jornalismo local não custa nada.
Se esta matéria foi interessante para você, compartilhe em suas redes sociais.


Acompanhe as últimas notícias de Betim também pelas redes sociais
Instagram
Facebook


Quer sugerir uma reportagem? Entre em contato conosco.

Viu alguma informação incorreta ou erro ortográfico em nossos textos? Avise-nos.

Continue navegando. Tem mais conteúdo para você logo abaixo 😉

 

Você está na editoria: Economia

Comentários

+ lidas

Saúde

Prefeito disse enfrentar dificuldades na aquisição de medicamentos para internação de pacientes, tendo estoque para cerca de dez dias, e a situação afeta o...

Cidade

Prefeitura segue determinações do Governo de Minas para diminuir a propagação do coronavírus

Cidade

Internado há duas semanas, Pinduca segue se recuperando após contrair a Covid-19

Cidade

Todas as 36 Unidades Básicas de Saúde do município estarão abertas nesta sexta-feira (9), das 10h às 18h, para vacinar pessoas com 67 anos

Saúde

A imunização será realizada nesta quarta-feira (14), das 7h às 18h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade

Saúde

Total de óbitos no município chegou a 738, de acordo com o balanço da Secretaria de Saúde. Foram registrados, também, 292 novos casos nesta...

Cultura

Projeto Semeando Cidadania, Saber & Cultura prevê atividades de arte-educação e valorização do patrimônio cultural. Nos próximos dois anos, pretende alcançar 2.900 pessoas com...

Saúde

Total de casos desde o início da pandemia chega a 23.004, e o de mortes a 720

Publicidade