Solange Bottaro comemora mais uma premiação reconhecida internacionalmente (Crédito Imagem Projeto Antenados)
Solange Bottaro comemora mais uma premiação reconhecida internacionalmente (Crédito Imagem Projeto Antenados/Divulgação)

São 61 anos desenvolvendo e lapidando sonhos, talentos e vivências. O Instituto Ramacrisna que completa mais de seis décadas de uma importante história na cidade de Betim, recebe, pela quarta vez, o Prêmio ‘100 Melhores ONGs”. O título reconhece os inúmeros projetos culturais, educacionais e profissionalizantes voltados para as crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social. A certificação, que possui reconhecimento internacional, foi eleita pelo Instituto Doar, pela agência de projetos socioambientais da Ambev, com apoio técnico da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A Vice-Presidente do Ramacrisna, Solange Bottaro, declarou a importância desta conquista para a Instituição, que enobrece ainda mais o trabalho de todos que fazem parte da equipe. “Estar pela quarta vez consecutiva entre as 100 melhores ONGs do país, num universo de cerca de 300 mil organizações, é motivo de orgulho e reconhecimento por um trabalho de 6 décadas, realizado por uma equipe competente e comprometida e que tem obtido resultados de grande impacto social. Nesses 61 anos o Instituto Ramacrisna beneficiou 1.866.760 pessoas que enfrentavam insegurança e incerteza pessoal e social, transformando suas vidas, tornando-as cidadãos protagonistas de sua própria história”.

Único premiado em Betim

Em 2020, foram contemplados em Minas Gerais o total de 10 organizações sociais, sendo 6 delas localizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na cidade de Betim, o Instituto Ramacrisna é o único nome premiado do ano e o único que mais recebeu premiações entre as 100 Melhores ONGs brasileiras.

Solange Bottaro comemora mais uma premiação reconhecida internacionalmente (Crédito Imagem Projeto Antenados)
Solange Bottaro comemora mais uma premiação reconhecida internacionalmente (Crédito Imagem Projeto Antenados/Divulgação)

Sobre o Instituto Ramacrisna

Criado pelo jornalista Arlindo Corrêa da Silva, o Instituto Ramacrisna desenvolve a 61 anos projetos culturais, educacionais, aprendizagem, profissionalizantes, entre outros. O nome da instituição é em homenagem ao filósofo indiano Sri Ramakrishna, ecumenista que viveu no século 19 e pregava o trabalho social como forma de transformação do ser humano.

O Ramacrisna coleciona, desde sua fundação, diversas premiações renomadas, entre elas o mais recente: o selo DOAR Certificado A+, padrão de Gestão e Transparência do Terceiro Setor pelo Instituto Doar. Foi selecionada a melhor ONG em Assistência Social no Brasil pelo Instituto Doar e Rede Filantropia em 2018 e tem se mantido entre as 100 Melhores ONGs para se doar pelos últimos 4 anos consecutivos. Ficou em 1º lugar na regional Minas Gerais e finalista Nacional em 2017 e 2018 pelo Prêmio Itaú-Unicef, um prêmio que é considerado o maior do Brasil no campo da educação com a chancela da UNICEF – Fundo das Nações Unidas Para a Infância.

Atualmente, a instituição atende, além da comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim, outras treze cidades da região metropolitana de Belo Horizonte. Em 2019, o Instituto atendeu mais de 11.550 pessoas na sede do Ramacrisna, 39.064 atendimentos realizados pelo Ramacrisna em parceria com o Poder Público. Somando 50.614 o total de atendimentos.

Compartilhe

 

Comunicar erroFale conoscoNewsletter

Mais do Agenda Betim
tucano é resgatado em Betim

Tucano preso em linha de pipa mobiliza os Bombeiros em Betim

A ave apresentava um ferimento em uma das asas, sendo encaminhada a um veterinário após o resgate
Vista aérea da região central de Betim (Imagem PMB)

Temperaturas seguem em queda, e Betim pode ter dia mais frio do ano

O motivo para essa queda brusca de temperaturas se deve ao avanço de uma frente fria, que chegou a Minas no domingo, seguida por uma massa de ar de origem polar
Carteira de Trabalho

Veja as vagas de emprego abertas em Betim

As oportunidades são para diversas posições, como ajudantes de produção, mecânicos, vendedores, entre outras; Instituição de ensino também abriu vagas para curso de qualificação profissional
São Paulo - Pessoa em situação de rua dorme na rua São Luís, região central

Campanha do Agasalho em Betim começa na 2ª; veja pontos de doação

Ação foi antecipada em razão da forte onda de frio que atingiu a cidade. Serão beneficiadas pessoas que estão em situação de rua e/ou vulnerabilidade social
Conteúdo patrocinado: